Rice e Otan exigem saída de tropas russas da Geórgia

Os países que integram a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) anunciaram hoje que não é possível manter relações normais com Moscou enquanto ainda houver forças russas na Geórgia. A secretária de Estado norte-americano, Condoleezza Rice, e os outros 25 chanceleres da aliança atlântica exigiram que a Rússia retire imediatamente suas tropas da Geórgia.Pouco antes, uma coluna de tanques e veículos blindados havia deixado a cidade de Gori, sinalizando o início da retirada russa da Geórgia.Num comunicado divulgado pelos chanceleres da Otan logo depois de uma reunião realizada hoje em Bruxelas, eles alegaram não ser possível que "as coisas continuem como antes nas relações com a Rússia".O secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, disse que nenhum programa de cooperação foi afetado até o momento, "mas é possível presumir que isso será analisado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.