Rice é recebida em Seul com protestos contra carne americana

Manifestantes protestam contra a importação de carne americana, causados pelo medo do 'mal da vaca louca'

EFE

28 de junho de 2008 | 05h12

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, foi recebida neste sábado em Seul com protestos contra as importações de carne bovina dos Estados Unidos, informou a agência local de notícias "Yonhap". Rice, que se reuniu logo depois de chegar a Seul com o titular de Exteriores sul-coreano, Yu Myung-hwan, foi alvo do último dos protestos iniciados no começo de maio contra a carne bovina americana, causados pelo medo dos sul-coreanos do "mal da vaca louca". Os manifestantes gritaram palavras de ordem e exibiam cartazes contra Rice, que ao desembarcar em Seul assegurou que a carne bovina dos EUA é segura. O Governo da Coréia do Sul retomou as importações de carne bovina americana esta semana, com a entrada em vigor de novas normas sanitárias. Ativistas e sindicalistas sul-coreanos responderam em vários portos do país com a paralisação da distribuição de cargas de carne dos EUA que estavam armazenadas há meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.