Rice exige que novo governo palestino atenda condições

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, afirmou que o governo de unidade nacional proposto pelos palestinos deverá renunciar à violência e reconhecer o Estado de Israel, além de concordar em respeitar acordos de paz previamente assinados entre israelenses e palestinos.Falando em Washington após um encontro com a ministra do Exterior israelense, Rice disse que qualquer governo palestino deveria concordar com as exigências feitas pelo Quarteto, formado por Estados Unidos, União Européia, ONU e Rússia."Acreditamos que os princípios do Quarteto representam o consenso da comunidade internacional e é o caminho a ser seguido nas negociações entre Israel e os palestinos", declarou Condoleezza Rice.Israel e diversas outras potências ocidentais romperam relações diplomáticas e cortaram o apoio financeiro aos palestinos após a vitória do grupo islâmico Hamas nas eleições parlamentares de janeiro deste ano.O novo acordo entre as facções do presidente palestino, Mahmoud Abbas, e do primeiro-ministro Ismail Haniya foi fechado na segunda-feira, em uma tentativa de por um fim ao boicote econômico e político ao governo do Hamas.HostilidadeNa terça-feira, o governo israelense recebeu os planos para um governo de coalizão com cautela, dizendo que a mudança era bem-vinda, mas que as condições estabelecidas pelo Ocidente deveriam ser cumpridas.Condoleezza Rice também fez ressalvas sobre a tradicional hostilidade do Hamas contra Israel: "Não é preciso dizer que é difícil ter um parceiro para a paz se você não aceita o direito de outro lado existir".Mas a secretária de Estado reafirmou o apoio de Washington a Abbas, alguém que, segundo ela, aceita os princípios do Quarteto e "com quem podemos trabalhar".Ainda não há informações precisas sobre o programa do novo governo palestino de unidade nacional, mas os Estados Unidos dizem estar analisando a proposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.