Rice visita a Grécia sob forte esquema de segurança

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, chegou nesta terça-feira a Atenas sob rigorosas medidas de segurança, para reunir-se com o primeiro-ministro grego, Costas Caramanlis, e com a ministra de Exteriores, Dora Bakoyani. Rice também irá à Turquia e à Bulgária. A secretária de Estado americana discutirá com seus interlocutores assuntos relacionados à presença da Grécia no Afeganistão, aos Bálcãs e a outras questões européias. A segurança grega mobilizou 5 mil agentes policiais, além de efetivos de brigadas antiterroristas, para garantir a integridade da secretária de Estado e manter afastados os manifestantes de duas manifestações de protesto que foram convocadas para hoje em Atenas. As ruas ao redor do hotel onde Rice se hospeda foram isoladas pela polícia e os itinerários dos transportes público foram modificados para liberar as ruas por onde a secretária de Estado americana passará para reunir-se, nesta manhã, com Caramanlis e Bakoyani. Brigadas antidistúrbio foram deslocadas para os arredores do Parlamento grego, próximo ao palácio governamental e ao Ministério de Exteriores, para evitar a aproximação dos manifestantes convocados pelos partidos Comunista da Grécia (KKE), Coalizão de Esquerda (SYN) e Fórum Social Grego. O presidente da SYN, Alekos Alavanos, qualificou Rice como "persona non grata", enquanto o KKE se opõe ao diálogo com os EUA.

Agencia Estado,

25 Abril 2006 | 06h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.