Rice voltará ao Oriente Médio no momento "adequado"

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, disse nesta sexta-feira em Kuala Lumpur que voltará ao Oriente Médio no momento "adequado"."Vou retornar ao Oriente Médio, a questão é quando será adequado para mim fazê-lo", disse Rice em uma breve entrevista coletiva junto ao ministro malaio de Assuntos Exteriores, Syed Hamid Albar.Rice assinalou que o objetivo dos Estados Unidos com relação ao conflito entre Israel e o Hezbollah é "acabar logo com a violência, o que significa que deve-se fazer com que as partes estabeleçam condições para que se possa declarar em breve um cessar-fogo".A secretária lembrou que a chave para avançar "é a extensão da autoridade do Governo libanês para todo o território, o aumento das forças libanesas e a aplicação de um programa para reformá-las, além do posicionamento de uma força multinacional sob mandato das Nações Unidas"."Antes de retornar (ao Oriente Médio) deve fazer-se um trabalho no terreno", apontou Rice.A secretária de Estado participou do Fórum Regional da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), conferência anual que trata de assuntos de segurança e da qual são membros 25 países e a União Européia (UE).ProgramaçãoUm oficial do Departamento de Estado Americano disse que a partida da secretária deveria acontecer neste sábado. Rice teria mudado a programação e deve deixar a Malásia na noite desta sexta-feira. Não está claro qual seria o próximo destino da secretária. Especula-se que ela poderia ir diretamente para o Oriente Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.