Richard Holbrooke morre aos 69 anos

Richard Holbrooke, representante especial dos EUA para o Afeganistão e Paquistão, morreu ontem no hospital da Universidade George Washington, na capital americana. Holbrooke havia se sentido mal na sexta-feira, no Departamento de Estado, e foi levado ao hospital. No sábado, passou por uma cirurgia para reparar a artéria aorta, mas não resistiu. O diplomata, de 69 anos, foi responsável por mediar o acordo de 1995 que pôs fim à guerra dos Bálcãs, foi secretário de Estado adjunto e embaixador na Alemanha e na ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.