Risco de colisão de asteroide diminui, afirma Nasa

Diminuíram as chances de um asteroide de 270 metros de comprimento atingir a Terra em 2036, segundo uma reavaliação da agência aeroespacial americana (Nasa, por suas iniciais em inglês).

AE-AP, Agencia Estado

07 de outubro de 2009 | 17h01

Inicialmente, os cientistas acreditavam que a probabilidade de o asteroide Apophis atingir o planeta em 13 de abril de 2036 era de 1 em 45.000. De acordo com os novos cálculos de trajetória, divulgados hoje, as chances são agora de 1 em 250.000.

O asteroide Apophis foi responsável por um susto em 2004, quando os primeiros cálculos sugeriam que o corpo celeste recém-descoberto tinha grande chance de colidir com a Terra em 2029. Observações posteriores descartaram essa possibilidade.

Os cientistas da Nasa agora acreditam que o mais provável é que o Apophis passe bem perto da Terra, mas sem que haja uma colisão.

Tudo o que sabemos sobre:
espaçoasteroidecolisãoNasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.