Risco de guerra está afastado, no momento, diz Lafer

O ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, disse nesta manhã que o risco de guerra entre os Estados Unidos e o Iraque está, no momento afastado, mas admite que a situação de tensão é muito grande. E advertiu: "não devemos subestimar a gravidade da situação". Em entrevista por telefone, de Nova York, ao Bom Dia Brasil, da TV Globo, o ministro falou da hesitação dos membros do Conselho das Nações Unidas, diante das novas exigências do governo norte-americano para o envio de inspetores da ONU ao Iraque. De um lado, o governo de George W. Bush defende uma nova resolução para a volta imediata dos inspetores ao Iraque, com acesso pleno, já que a atual resolução dá um prazo de 60 dias para a elaboração de um plano de trabalho. De outro lado, segundo o ministro, os membros permanentes do Conselho questionam a necessidade ou não de uma nova resolução. Para Celso Lafer, o Iraque está ganhando tempo ao aceitar o retorno dos inspetores e está saindo do isolamento ao ceder às pressões dos países árabes que temem o uso da força na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.