Charles Dharapak/AP
Charles Dharapak/AP

Rivais atacam Mitt Romney em debate na Carolina do Sul

Republicano venceu duas primeiras prévias e caminha para enfrentar Obama em novembro

Agência Estado

17 de janeiro de 2012 | 12h02

MYRTLE BEACH - Os rivais republicanos de Mitt Romney atacaram sua experiência como executivo de uma empresa de capital no primeiro dos dois debates desta semana, que antecedem a importante primária na Carolina do Sul, onde uma vitória de Romney pode pavimentar sua nomeação como o candidato que vai enfrentar o presidente Barack Obama na eleição de novembro.

 

Veja também:

blog PARA ENTENDER: Os Super-Pacs

tabela ESPECIAL: Eleições nos EUA 2012

 

O debate da noite de segunda-feira ocorreu horas depois de o ex-governador de Utah, Jon Huntsman, ter se retirado da corrida e declarado seu apoio a Romney. No debate, Newt Gingrich, Rick Santorum e Rick Perry tentaram atingir Romney ao mesmo tempo em que tentavam cuidadosamente envolver suas críticas num retórica anti-Obama.

 

"Precisamos mostrar ao país que quem quer que indiquemos tem um histórico que pode enfrentar Barack Obama de forma eficaz", disse Gingrich, que foi presidente da Câmara dos Representantes.

 

Pesquisas mostram que Romney, ex-governador de Massachusetts, é o favorito nas primárias da Carolina do Sul, apesar da desconfiança e da ambivalência dos eleitores republicanos, descontentes com as posturas anteriores de Romney sobre questões sociais como aborto.

 

Gingrich praticamente admitiu que uma vitória de Romney na Carolina do Sul garantiria a ele a indicação do partido. Gingrich e Perry lideraram os ataques a Romney como CEO da Bain Capital, uma empresa de private equity que comprava empresas em dificuldade e tentava fazê-las se tornarem competitivas novamente.

 

"Havia uma padrão em algumas empresas...deixá-las enormes dívidas e no período de um, dois ou três anos elas quebrarem", afirmou Gingrich. "Eu acho que isso é algo que devemos perguntar."

 

Perry citou uma siderúrgica na Carolina do Sul onde, segundo ele, "a Bain chegou, pegou a empresa e um monte de gente perdeu o emprego por lá".

 

"Tenho orgulho da minha história", respondeu Romney. Segundo ele, a siderúrgica foi atingida pela concorrência desleal da China. Como em outras empresas, ele disse que "quatro das companhias nas quais investimos...têm atualmente 120 mil empregos". Ele reconheceu que "alguns dos negócios nos quais investimos não deram certo e vagas de emprego foram perdidas".

 

Gingrich foi aplaudido ao se referir ao 19º presidente norte-americano: "Andrew Jackson tinha uma ideia muito clara sobre os inimigos dos Estados Unidos. Matá-los."

 

Perry também conquistou a simpatia do público quando disse que o governo Obama reagiu de forma desmedida em suas críticas contra os fuzileiros navais que urinaram sobre os corpos de combatentes do Taleban no Afeganistão.

 

Após o debate desta segunda-feira, os candidatos enfrentarão uma semana cheia de eventos de campanha e mais um debate na televisão na quinta-feira. Nas últimas três décadas, nenhum republicano foi escolhido como candidato do partido sem vencer na Carolina do Sul. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.