Robinson pede a Israel para visitar região do conflito

A alta comissária das Nações Unidas para os direitos humanos, Mary Robinson, renovou nesta quarta-feira seu pedido às autoridades israelenses para visitar Israel e os territórios palestinos ocupados.Um pedido anterior ainda não havia sido respondido por Tel Aviv. "É importante que a missão possa partir o mais rápido possível, possa reunir-se com as partes em conflito e com os representantes da ONU e das ONGs dos Direitos dos Homens", afirmou Robinson.No último dia 5, a Comissão de Direitos Humanos da ONU adotou uma resolução que pedia a Robinson que viajasse de imediato ao Oriente Médio para investigar a situação dos direitos humanos na região.Israel deveria conceder sua autorização antes da próxima sexta-feira para que Robinson possa apresentar seu informe à Comissão antes do próximo dia 26, quando termina sua sessão de trabalho.No dia 9, o embaixador israelense na ONU, Yaakov Levy, disse em uma carta que o pedido estava sendo "examinado", mas recordou que havia "outras visitas importantes" na região.Em um comunicado emitido nesta quarta, Robinson sublinhou as "crescentes preocupações" a respeito do campo de refugiados palestinos em Jenin, cenário de duros combates entre as forças israelenses e palestinos, e as "grande diferença" entre a quantidade de vítimas de ambas as partes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.