Roh incentiva investimento sul-coreano na Coréia do Norte

'Relações intercoreanas avançam graças ao progresso das negociações de seis lados com EUA, Japão, Rússia e China'

Efe,

30 de novembro de 2007 | 02h49

Os empresários sul-coreanos devem investir na Coréia do Norte, uma terra de novas oportunidades para fazer negócios, disse o presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun, nesta sexta-feira, 30. "Para nossa economia agora está se abrindo uma nova oportunidade, que é a cooperação econômica com a Coréia do Norte", disse Roh, em um discurso aos empresários no Dia do Comércio. Roh afirmou que as relações intercoreanas continuarão avançando graças ao progresso das negociações de seis lados com Estados Unidos, Japão, Rússia e China, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap. Segundo o presidente sul-coreano, os primeiros investidores na Coréia do Norte vão obter maior rentabilidade. Mas a cooperação econômica entre os dois países terá efeitos positivos para toda a região, ajudará a assentar a paz e abrirá um grande mercado no nordeste da Ásia. Roh destacou os progressos realizados nas relações bilaterais durante a cúpula intercoreana de outubro. Ele mostrou sua confiança em avanços nos projetos de abertura do turismo e construção de estaleiros na Coréia do Norte. O presidente deve receber nesta sexta-feira o enviado norte-coreano para as relações intercoreanas, Kim Yang-gon, a fim de avaliar o progresso dos planos aprovados na cúpula.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do SulCoréia do Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.