Romênia abrigará interceptadores de mísseis americanos

O principal órgão de defesa da Romênia aprovou hoje a proposta norte-americana para que o país abrigue interceptores de mísseis balísticos como parte do escudo de mísseis dos Estados Unidos. A Romênia vai abrigar "equipamentos terrestres para interceptar mísseis" que vão melhorar a segurança nacional e entrar em operação em 2015, disse o presidente Traian Basescu. "A Romênia não vai abrigar um sistema contra a Rússia, mas contra outras ameaças", disse Basescu. O Departamento de Estado norte-americano confirmou o plano.

AE-AP, Agencia Estado

04 de fevereiro de 2010 | 20h27

"A Romênia concordou em abrigar o interceptador Standard Missile 3 como parte do novo plano de defesa de mísseis do governo para proteger as tropas norte-americanas e nossos aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) contra as ameaças balísticas do Irã", disse o porta-voz do Departamento de Estado, P.J. Crowley, aos jornalistas em Washington. Crowley também tentou acalmar os temores dos russos dizendo "como deixamos claro várias vezes, não são equipamentos dirigido à Rússia".

Tudo o que sabemos sobre:
RomêniaEUAmísseis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.