Tannen Maury/Efe
Tannen Maury/Efe

Romney admite que prévias entre republicanos estão disputadas

Caucus da Carolina do Sul ocorre no sábado após mudanças de cenário nos últimos dias

Associated Press

20 de janeiro de 2012 | 18h42

NORTH CHARLESTON - O pré-candidato republicano Mitt Romney disse nesta sexta-feira, 20, que a corrida do partido para escolher o nome que enfrentará Barack Obama nas urnas em novembro está agora sendo disputada "pescoço a pescoço". As declarações do ex-governador de Massachusetts foram feitas na véspera da prévia da Carolina do Sul.

 

Veja também:

blog PARA ENTENDER: Os Super-Pacs

tabela ESPECIAL: Eleições nos EUA 2012

 

A semana mostrou-se negativa para Romney. O pré-candidato, que havia vencido o caucus de Iowa, viu o resultado ser revertido em prol do rival Rick Santorum após a recontagem, já que votos haviam desaparecido. Além disso, outro postulante, Newt Gingrich, apareceu como líder nas pesquisas de intenção de voto das prévias da Carolina do Sul. "Sinceramente, é empolgante estar em uma disputa dessas", disse Romney.

 

O caucus da Carolina do Sul vai se dar em um cenário diferente do de New Hampshire, o anterior, vencido por Romney. Um dos pré-candidatos, Rick Perry, anunciou o abandono da disputa, declarando apoio a Gingrich, ex-presidente da Câmara dos Representantes.

 

Caso Romney vença a prévia, retomará a vantagem sobre os rivais. O caucus, porém, também deve mostrar quem vai emergir como seu principal rival - Gingrich ou Santorum, ex-senador pela Pensilvânia. A Carolina do Sul, porém, é um Estado cujos eleitores são conhecidos pela religião e pelo conservadorismo, o que não deve favorecer o ex-governador de Massachusetts.

 

Desafio

 

A falta de empolgação com Romney é visível na Carolina do Sul, onde a maioria dos eventos de sua campanha são acompanhados por uma plateia modesta e contida. Considerado liberal demais por algumas alas do partido, ele costuma ter melhor desempenho em Estados menos conservadores.

 

Ele também enfrenta a desconfiança dos evangélicos, em parte motivada pelo fato de ser mórmon. Na tentativa de explorar as fraquezas de Romney, os adversários intensificaram as críticas à sua candidatura nos últimos dias. Como venceu em New Hampshire - e anteriormente havia ganhado em Iowa - ele é o principal alvo dos rivais, que querem reduzir sua vantagem.

 

Com informações da BBC 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.