Romney diz que não quer seguir o caminho da Espanha

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, fez a primeira referência à crise na zona do euro no primeiro debate presidencial com Barack Obama, na noite desta quarta-feira em Denver (Colorado). Romney afirmou que a Espanha "gasta 42% da economia total (do produto interno bruto) com o governo. Nós agora estamos gastando 42% da nossa economia com o governo. Eu não quero seguir o caminho da Espanha", afirmou o republicano, ao defender cortes de impostos.

AE, Agência Estado

03 de outubro de 2012 | 23h33

Atualmente, segundo dados da agência Dow Jones. O governo federal norte-americano gasta US$ 4 trilhões, de um Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 16 trilhões, o que dá 25% da economia. Romney pareceu citar dados do think-tank conservador Heritage Foundation, que inclui gastos não apenas do governo federal americano, como também dos governos estaduais e municipais, o que situaria os gastos de todos os governos nos EUA ao redor de 40% do PIB.

As informações da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.