Romney lidera disputa entre republicanos à presidência

Na terça-feira, o Partido Republicano dará início à escolha de seu candidato à eleição presidencial de 2012 nos EUA com as votações preliminares no Estado de Iowa. Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts, é considerado o favorito na região, mas detém apenas uma pequena vantagem em relação aos demais concorrentes e pode perder a liderança caso membros do partido que ainda estão indecisos decidam votar contra a maré.

AE, Agência Estado

01 de janeiro de 2012 | 18h23

Uma pesquisa realizada pelo jornal Des Moines Register entre terça-feira e sexta-feira mostrou que 24% dos que pretendem comparecer às urnas votarão em Romney. Em segundo lugar, está o deputado Ron Paul, com 22% das intenções de voto. O ex-senador da Pensilvânia, Rick Santorum, vem em seguida, com 15%, acompanhado pelo ex-presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Newt Gingrich, com 12%.

Cerca de 41% dos entrevistados, no entanto, afirmaram ainda estar indecisos. Prova disso é que quando levados em consideração apenas os resultados da pesquisa na quinta e na sexta-feira, Romney mantém a liderança, mas Santorum passa a ocupar a segunda posição, com 21% das intenções de voto, deixando para trás Ron Paul, com 18%. A margem de erro dos resultados da pesquisa entre terça e sexta-feira é de quatro pontos porcentuais para cima ou para baixo. Na versão mais curta, de dois dias, essa taxa sobe para 5,6 pontos porcentuais.

Essa e outras pesquisas mostram que o esforço dos republicanos para criar um pré-candidato suficientemente forte para concorrer com Romney nas primárias do partido ainda não vingou, mas também sugerem que ele talvez consiga vencer a etapa em Iowa apenas porque a ala republicana mais conservadora não conseguiu direcionar seu apoio a um candidato único.

Nem sempre o vencedor da votação preliminar em Iowa torna-se a escolha do Partido Republicano para concorrer à presidência. Desde meados da década de 1970, quando a disputa na região ganhou mais importância, os resultados previram corretamente os futuros candidatos republicanos à Casa Branca quatro vezes. Em três ocasiões, no entanto, houve diferença. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAeleiçõespresidênciarepublicanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.