Romney tenta recuperar terreno nos Estados ainda indefinidos

Republicano discursaria ontem no Colorado e tem previsto um giro de 3 dias em Ohio antes de passar por Virgínia

WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2012 | 03h02

Em meio à controvérsia decorrente do vídeo em que difamou eleitores de Barack Obama, o candidato republicano à presidência dos EUA, Mitt Romney, tem caído nas pesquisas em Estados considerados indecisos - fundamentais para a eleição do próximo líder americano - e ontem iniciaria uma intensa campanha em três deles, com um comício no Colorado. O conservador deverá continuar o ciclo com um giro de três dias de ônibus em Ohio e uma parada em Virgínia.

Beneficiado pelas gafes do rival e a conquista do voto dos hispânicos, Obama, que ontem não participou de atos públicos de campanha, tem consolidado sua vantagem sobre o rival em todos os Estados decisivos, tornando-se o favorito na disputa a pouco mais de seis semanas das eleições.

Os presidentes americanos não são escolhidos pela maioria absoluta dos votos, mas no Colégio Eleitoral, onde a disputa ocorre entre Estados, cujos delegados de cada partido decidem a eleição após a definição de seus habitantes.

Atualmente, oito Estados são considerados indecisos: Iowa, Colorado, Wisconsin, Virgínia, Ohio, Carolina do Norte, Flórida e New Hampshire.

Uma nova pesquisa Wall Street Journal/NBC News/Marist Poll, porém, mostra uma vantagem de Obama de 8 pontos porcentuais em Iowa e 5 em Colorado e Wisconsin. Sondagens publicadas anteriormente na semana passada apontaram o presidente à frente também em Virgínia e Ohio. Na Carolina do Norte, o democrata e o republicano disputam a preferência do eleitorado voto a voto. Na Flórida e em New Hampshire, Obama aparece com uma pequena vantagem.

Esses dados, assim como críticas de republicanos pesos pesados que acusam a campanha de Romney de ser mal gerenciada, pressionam o candidato conservador a intensificar sua presença nesses Estados.

"A campanha de Romney tem que dar uma reviravolta. Qualifiquei-a como 'incompetente', mas apenas porque estava sendo educada. Na verdade, quis chamá-la de 'calamidade ambulante'", disse Peggy Noonan, colunista do Wall Street Journal, que escrevia discursos para o ex-presidente republicano Ronald Reagan.

Ontem, o discurso de Romney - seu primeiro evento público do fim de semana - estava previsto para ocorrer em uma escola da região de Denver. Enquanto novembro se aproxima, o republicano também tem sido pressionado para gastar menos tempo arrecadando fundos para sua campanha e mais tempo explicando seu plano de governo aos eleitores dos Estados indecisos.

Analistas afirmam ainda que o republicano apostará suas fichas nos debates eleitorais, previstos para começar no dia 3. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.