Rompimento de represa mata 10 pessoas na Índia

Uma represa, construída há 125 anos na região central da Índia, estourou hoje devido às chuvas torrenciais de monção, matando pelo menos 10 pessoas e forçando outras 10.000 a abandonar suas casas, informaram funcionários do governo indiano. Ontem, os habitantes locais já haviam sido avisados para deixar as residências devido ao aparecimento de uma rachadura de 5 metros no muro de sustentação da represa, levando muitas pessoas a dormir em tendas improvisadas. Horas mais tarde, a parede da represa se rompeu, inundando a vila, localizada na região de Balaghat, a cerca de 400 quilômetros de Bhopal, capital do Estado de Madhya Pradesh. Nos últimos três dias, as chuvas causaram a morte de outras 11 pessoas na região. Duas autoridades estaduais que visitavam a vila depois do rompimento da represa foram recebidas a pedradas pela população local. Pelo menos 376 pessoas já morreram na Índia durante a atual estação de chuvas por causas relacionadas ao clima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.