Ronnald Biggs quer se entregar à polícia

A Scotland Yard disse nesta quinta-feira ter recebido um e-mail de Ronald Biggs, que ficou mundialmente conhecido após ter assaltado um trem pagador em agosto de 1963, e hoje vive no Brasil. Biggs, que tem 71 anos, disse que está pronto para voltar à Inglaterra e aceitar a prisão. Ele foi condenado a 30 anos de prisão, mas escapou em 1965, depois de passar 15 meses preso. Biggs fugiu à Espanha com a esposa, Charmaine, onde passou por uma cirurgia plástica e depois mudou para o Rio de Janeiro, onde mora até hoje.O detetive chefe da Scotland Yard, John Coles, disse que o e-mail foi assinado eletronicamente por Biggs e contém uma imagem com as impressões digitais do assaltante. Segundo Coles, Biggs afirmou na cara que "gostaria de se entregar e que precisa de passaportes e documentos para retornar à Inglaterra". Ele disse estar preparado para ser preso no portão de desembarque do aeroporto internacional de Heathrow e "ser submetidos a todos os processos legais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.