Roqueiro pela 'raça branca'

O extremista que aterrorizou um templo sikh de Wisconsin fazia um estilo "quietão" e teve pelo menos cinco bandas de rock neonazistas, com letras que incitavam a luta pela "supremacia branca". Um ex-vizinho de Wade Michael Page relatou ao Journal Sentinel que o atirador costumava se exercitar com pesos no porão. "Ele era calado. Parecia não ligar se você estava falando com ele ou não. Era um tipo que parecia de mal com o mundo." Page foi preso uma vez, em 1994, mas o motivo não foi revelado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.