Rosto do papa João XXIII está intacto

O rosto do papa João XXIII permanece intacto 37 anos depois de sua morte. Técnicos e especialistas do Vaticano encarregados de reconhecer os restos mortais do pontífice se comoveram e se surpreenderam diante da face do papa, imutável apesar do passar do tempo. O reconhecimento foi feito em 16 de janeiro deste ano, em virtude da transferência da tumba papal das grutas localizadas dentro da Basílica de São Pedro.A operação, da qual participaram várias autoridades da Santa Sé, inclusive o secretário de Estado, cardeal Angelo Sodano, foi certificada e descrita em um "informe sobre o reconhecimento canônico", acompanhado por uma ampla documentação fotográfica. O fenômeno do rosto que permaneceu intacto não é excepcional, entretanto, é considerado pouco comum, sobretudo porque o corpo de João XXIII não foi embalsamado, mas tratado apenas com formol. Embora o fato não possa ser considerado um milagre, ele acrescenta mais um ponto no currículo do papa Roncalli, proclamado beato em 3 de setembro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.