Rouhani ataca críticos de acordo nuclear do Irã

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, fez a crítica mais dura já vista à ala linha-dura que se opõe ao atual acordo sobre o programa nuclear do país com potências mundiais. Durante reunião anual de embaixadores iranianos, Rouhani descreveu os críticos de linha-dura como "covardes políticos", que deveriam "ir para o inferno".

Estadão Conteúdo

11 de agosto de 2014 | 11h40

"Sempre que está para haver negociações, uns poucos dizem que estamos estremecendo. Bem, vá para o inferno. O que deveríamos fazer?", questionou Rouhani.

A linha-dura iraniana tem se oposto ao acordo fechado no ano passado, com o argumento de que Teerã fez concessões demais em troca de muito pouco. No entanto, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, que tem a palavra final sobre o todos os assuntos de Estado, é um defensor da equipe que negocia a questão nuclear. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãnuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.