Roupas de Mussolini são vendidas por US$ 5,5 mil

Um mala e roupas que supostamente teriam pertencido ao ditador italiano Benito Mussolini e à sua amante, obtidas por um veterano da Segunda Guerra Mundial, foram vendidas num leilão nos Estados Unidos por US$ 5,5 mil.

AE, Agência Estado

19 Setembro 2011 | 15h16

Segundo o jornal The Democrat and Chronicle, da cidade de Rochester, Estado de Nova York, um uniforme de Mussolini e um vestido de Claretta Petacci foram vendidos durante um leilão realizado no domingo em Dallas, no Texas.

O leiloeiro havia estimado que os itens alcançariam valores entre US$ 10 mil e US$ 15 mil. Os artigos foram colocados em leilão pela viúva de Paul Moriconi, um médico da área de Rochester que adquiriu a mala nos últimos dias da guerra, quando servia no norte de Itália.

Integrantes da resistência italiana deram a mala ao comandante de Moriconi depois que Mussolini e Petacci foram capturados e executados enquanto tentavam fugir para a Suíça, em abril de 1945. Paul Moriconi morreu no ano passado. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Mussolini roupas leilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.