Rubin, ex-Tesouro dos EUA, diz que não voltará ao governo

O ex-secretário do Tesouro norte-americano Robert Rubin, conselheiro do candidato democrata Barack Obama, afirmou em entrevista divulgada neste domingo que não tem a intenção de voltar ao governo. Rubin foi o arquiteto das políticas econômicas do ex-presidente Bill Clinton e é parte do time de conselheiros que, segundo Rubin, se encontra semanalmente com Obama para discutir meios de lidar com a crise financeira norte-americana. Existiam especulações de que Rubin, um consultor sênior do Citigroup, faria parte do governo de Obama ou seria nomeado chairman do Federal Reserve após o mandato de Benjamin Bernanke terminar em 2010. "Eu não vou voltar para Washington", disse Rubin em entrevista para o programa "Fareed Zakaria -- GPS" da CNN. (Reportagem de Randall Mikkelsen)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.