Rumsfeld acusa a Síria de cometer "ato hostil"

O secretário de Defesa americano, Donald Rumsfeld, acusou a Síria de enviar equipamentos militares para as forças iraquianas, o que seria "um ato hostil" contra os EUA. "Consideramos tal tráfico um ato hostil e responsabilizamos o governo sírio por tais carregamentos", afirmou Rumsfeld, numa entrevista no Pentágono."Não existe dúvida de que suprimentos ou equipamentos militares ou pessoas estão cruzando a fronteira entre o Iraque e a Síria, complicando imensamente nossa situação", disse o secretário.Perguntado se os Estados Unidos estavam ameaçando lançar uma ação militar contra a Síria, Rumsfeld respondeu: "Estou dizendo exatamente o que estou dizendo"."Temos informação de que carregamentos de suprimentos militares cruzaram a fronteira da Síria para o Iraque, incluindo equipamentos de visão noturna", denunciou. "Esses carregamentos apresentam uma ameaça direta à vida das forças da coalizão", acrescentou.O presidente sírio, Bashar Assad, tem classificado a ação militar dos EUA como uma "clara ocupação e uma flagrante agressão contra um Estado membro das Nações Unidas". A Síria é o único país árabe atualmente fazendo parte do Conselho de Segurança da ONU.Quando perguntado se os carregamentos da Síria eram "patrocinados pelo Estado", Rumsfeld recusou-se a responder, porque "este é um assunto de inteligência"."Eles controlam suas fronteiras", disse. "Esperávamos que esse tipo de coisa não acontecesse".Autoridades sírias não estavam imediatamente disponíveis para comentários. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.