Rumsfeld diz que guerra contra o terrorismo apenas começou

Em um escaldante deserto, a56 quilômetros da fronteira com o Iraque, o secretário da Defesados EUA, Donald Rumsfeld, advertiu neste domingo que a guerra contrao terrorismo não terminará enquanto os países patrocinadores nãoentenderem que suas ações poderão causar graves conseqüênciaspara eles. "A guerra mundial contra o terrorismo começou no Afeganistão,mas não se deterá ali", disse Rumsfeld a um grupo de militaresamericanos no Campo Doha, 30 quilômetros ao norte da Cidade doKuwait. "Esta guerra não terminará enquanto não extirparmos asraízes do terrorismo", disse Rumsfeld, que está no Kuwait comoparte de uma viagem por três países do Golfo, antes de seguirpara a Índia e o Paquistão. O secretário da Defesa definiu como "Estados terroristas" asnações que dispõem e desenvolvem armas de destruição em massa."Não há dúvidas de que o regime de Saddam Husseim é um desses ea política dos EUA contra o Iraque busca obter uma mudança deregime em Bagdá", disse Rumsfeld, sem especificar que tipo deação os EUA podem adotar contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.