Rumsfeld diz que se aproxima hora de agir contra o Iraque

A hora de agir para desarmar o Iraque está se aproximando rapidamente, assegurou hoje o secretário americano de Defesa, Donald Rumsfeld, no primeiro dia de um ?tour? pela Europa, para convencer aliados sobre a necessidade de um ataque ao regime de Saddam Hussein."Este é um momento crítico", comentou com repórteres, no vôo de Washingon para Roma. "Qualquer um que olha o que está acontecendo pode ver que o momento é decisivo no que se refere aos esforços para desarmar o Iraque", declarou Rumsfeld, seguindo a linha do pronunciamento do presidente George W. Bush no dia anterior.Na chegada capital italiana, Rumsfeld - um dos linhas-duras do governo dos EUA - declarou "fracassadas" as gestões diplomáticas para resolver pacificamente a crise iraquiana. "Nos últimos 12 anos vimos enormes esforços por parte da diplomacia e da comunidade internacional, e esses esforços fracassaram", disse.Rumsfeld reuniu-se com o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi - um dos principais aliados europeus do governo Bush na questão iraquiana -, e depois visitou as tropas americanas estacionadas na base de Aviano, no norte da Itália. "Vocês estão entre a liberdade e o medo... as esperanças da humanidade dependem do seu sucesso", disse o secretário, a mais de mil soldados e oficiais.Na etapa seguinte, amanhã, em Munique, Rumsfeld vai tomar parte de uma conferência anual de dirigentes do setor da defesa de nações européias e asiáticas. Ele chegará num momento delicado à Alemanha, um dos mais firmes oponentes da guerra. A imprensa local criticou duramente Rumsfeld por ter colococado a Alemanha, Cuba e Líbia no mesmo grupo de países - os que não cooperariam de nenhuma forma no caso de uma guerra.Um forte esquema de segurança foi montado em Munique e várias manifestações de protesto estão marcadas para coincidir com a presença do secretário americano na cidade.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2003 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.