Rússia adverte os EUA contra escudo antimísseis

Os Estados Unidos devem interromper seu projeto de escudo antimísseis na Europa Central até mais negociações, advertiu o ministro do Exterior da Rússia, Sergei Lavrov, neste sábado, 9. Lavrov fez a declaração depois que o presidente americano, George W. Bush, deixou claro que a Polônia e os Estados Unidos estão comprometidos com o plano. A Rússia propôs o Azerbaijão como local para a construção de um centro de radar, em lugar de áreas na Polônia e República Tcheca. O ministro russo afirmou que os planos americanos podem "complicar seriamente" conversações sobre o programa nuclear do Irã. As Nações Unidas impuseram sanções ao Irã em março passado depois que as autoridades iranianas se recusaram a suspender seu programa de enriquecimento de urânio. Na terça-feira, 5, Bush disse que a Rússia não deve ter nada a temer do sistema de defesa antimísseis. Já o presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou apontar o seu arsenal para a Europa, caso o sistema americano venha a ser instalado, em uma declaração que muitos compararam à retórica da Guerra Fria.

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.