Handout / Russian Defence Ministry / AFP
Handout / Russian Defence Ministry / AFP

Rússia anuncia novo teste de míssil hipersônico

Disparo foi um 'êxito' e alvo foi destruído, segundo comunicado; anúncio foi feito após a imprensa americana divulgar que a China testou míssil com tecnologia que a Rússia não possui

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2021 | 12h47

O exército da Rússia anunciou nesta segunda-feira, 29, um novo teste de sucesso do míssil de cruzeiro hipersônico Zircon, em um momento de disputa no desenvolvimento desse tipo de armamento.

O anúncio foi feito após a imprensa americana divulgar que a China testou, há alguns meses, um míssil hipersônico capaz de lançar um projétil, uma tecnologia que Estados Unidos e Rússia não possuem atualmente.

O exército russo afirmou em um comunicado que lançou o míssil Zircon a partir da fragata Almirante Gorchkov contra um alvo em águas do Mar Branco, no Ártico. O disparo foi um "êxito" e o alvo, localizado a mais de 400 km, foi "destruído", segundo o comunicado.

Um vídeo divulgado pelo ministério da Defesa do país mostra o artefato levantando voo em meio a um clarão de luz, seguido por um rastro de fumaça no meio da noite.

Os mísseis hipersônicos podem viajar a mais de cinco vezes a velocidade do som e, como são de "cruzeiro", também têm a capacidade de manobrar em pleno voo, o que os torna muito mais difíceis de interceptar.

O Zircon já havia passado por vários testes nos últimos anos, incluindo outro lançamento a partir do Almirante Gorshkov e de um submarino submerso.

Em 2018, o presidente Vladimir Putin aproveitou um discurso para revelar novas armas hipersônicas, incluindo o Zircon, ao afirmar que o país pode atingir alvos em mar e terra a mil quilômetros de distância./AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiamíssil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.