Rússia avalia ajuda humanitária e financeira à Ucrânia

Em sua primeira reação à crise ucraniana, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou que o governo avalie oferecer assistência humanitária para a região da Crimeia e discuta com o Ocidente ajuda financeira à Ucrânia.

AE, Agência Estado

27 Fevereiro 2014 | 18h12

A iniciativa foi anunciada pelo porta-voz de Putin Dmitry Peskov em comunicado, que foi reproduzido por agências de notícias russas nesta quinta-feira. Não foram revelados mais detalhes, exceto que a assistência à Crimeia poderia ser oferecida por algumas províncias russas.

Após apelos ocidentais para o Kremlin se juntar aos esforços para ajudar a Ucrânia a evitar um default, Putin pediu ao governo que discuta com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e outros organismos alternativas de auxílio financeiro à Ucrânia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Rússiaajudaucrâniaputin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.