Reuters
Reuters

Rússia, Belarus e Casaquistão criam nova aliança

Líderes da Rússia, Belarus e Casaquistão concordaram com a criação de uma aliança para aprofundar os laços econômicos e comerciais. A aliança receberá o nome de União Econômica da Eurásia.

AE, Agência Estado

29 Maio 2014 | 05h45

Na capital do Casaquistão, Astana, o presidente Vladimir Putin falou que o pacto leva a cooperação a um "novo nível" e respeita completamente a soberania dos países, além de ajudar a criar um "atrativo centro de desenvolvimento econômico".

Os três países já haviam criado, em 2010, uma união aduaneira. A nova aliança prevê, além do livre comércio, coordenar os sistemas financeiros e regular as políticas na indústria e na agricultura.

No entanto, o acordo não chega a introduzir uma moeda única e atrasa a criação de um mercado comum de energia. A assinatura segue anos de tensas negociações e muitas diferenças ainda permanecem.

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, que depende da energia barata da Rússia e de outros subsídios, declarou antes de assinar o acordo que não está completamente feliz com os termos, mas que eles refletem um compromisso mutuamente aceitável. Já Nursultan Nazarbayev, presidente do Casaquistão, afirmou que o pacto é baseado em consenso e leva em conta os interesses de todos os envolvidos. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Rússia belarus casaquistão aliança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.