Rússia confirma movimentação de suas tropas na Crimeia

Kiev acusa Moscou de 'invasão' e alega que 2 mil soldados russos estão sendo enviados para Sevastopol

O Estado de S. Paulo,

28 Fevereiro 2014 | 17h25

KIEV - A Rússia confirmou nesta sexta-feira, 28, a movimentação de suas tropas na Crimeia, mas afirmou que se trata dos soldados da base militar em Sevastopol que saíram em veículos blindados e circulam pela cidade.

Autoridades ucranianas afirmam que o país está sofrendo uma "invasão armada", com cerca de 2 mil soldados russos sendo enviados em helicópteros para a região da Crimeia, informou a agência AFP.

Em uma declaração pedindo que o presidente russo, Vladimir Putin, "pare com as provocações", o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, acusou a Rússia de agressão e disse que Moscou está seguindo as mesmas ações que tomou em 2008 antes de invadir a Georgia.

Turchinov, empossado depois da deposição de Viktor Yanukovych pelo Parlamento no último fim de semana, disse que as Forças Armadas ucranianas "cumprirão seus deveres", mas não serão influenciadas por provocações.

Mais cedo a maior companhia aérea da Ucrânia afirmou que o espaço aéreo da Crimeia foi fechado pelo novo governo ucraniano depois que o principal aeroporto do local foi ocupado por milícias pró-Rússia./ REUTERS e EFE

 
Mais conteúdo sobre:
UcrâniaRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.