Rússia confirma pacto de US$ 40 bi com Iraque

A Rússia confirmou hoje que está prestes a assinar um pacto de US$ 40 bilhões de cooperação comercial e econômica com o Iraque, em uma medida que sugere que o governo russo não pretende abandonar seu aliado apesar dos intensos esforços dos EUA de isolar o país árabe em preparação a um ataque militar. Segundo o embaixador do Iraque em Moscou, Abbas Khalaf, o pacto poderá ser finalizado em setembro e será firmado em cerimônia de assinatura em Bagdá.A Rússia é uma das principais parceiras comerciais do Iraque e um dos países mais interessados no fim das sanções ao Iraque. O Iraque, por sua vez, conta com a Rússia para utilizar sua influência no Conselho de Segurança e em outras vias diplomáticas para reduzir o apoio internacional a uma campanha militar no Iraque.Apesar do bom relacionamento entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, George W. Bush, e o apoio da Rússia na guerra contra o terrorismo, o governo russo tem fortalecido suas relações com os três países classificados de integrantes do "eixo do mal" por Bush: Irã, Iraque e Coréia do Norte. No mês passado, o Kremlin anunciou um plano de cooperação nuclear com o Irã válido por 10 anos e, na semana passada, convidou o líder da Coréia do Norte, Kim Jong II, para visitar o país no fim do mês.Representantes do Departamento de Estado dos EUA disseram não ter conhecimento do acordo bilateral entre a Rússia e o Iraque mas salientaram que o pacto deve respeitar os limites impostos pelo Conselho de Segurança da ONU. "A Rússia é um membro do Conselho de Segurança e está ciente de suas obrigações", disse um oficial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.