Rússia confirma saída de tratado

O presidente russo, Vladimir Putin, sancionou ontem uma lei suspendendo a participação da Rússia no Tratado de Controle de Armas Convencionais na Europa (CFE). O tratado, assinado em 1990 por todos os membros da Otan e do Pacto de Varsóvia (que reunia países do bloco soviético), regula o deslocamento de aviões militares, tanques e outras armas convencionais no continente. A suspensão, que entra em vigor no dia 12, foi considerada uma resposta à crescente tensão com os EUA, que planejam instalar um escudo antimíssil na Polônia e na República Checa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.