Rússia confisca ações de Yukos e bolsa desaba 8%

A promotoria russa determinou hoje o confisco de 53% das ações ordinárias da petrolífera Yukos, que pertencem ao presidente da companhia Mikhail Khodorkovsky, preso no fim de semana por sonegar impostos federais. A bolsa de Moscou fechou em forte queda de 8,1%, com as ações da Yukos desvalorizando 14%.A promotoria argumentou que o "congelamento" das ações da Yukos foi determinado como garantia contra possíveis danos materiais, mas analistas temem que a determinação seja um sinal de que o governo russo estaria se apropriando de empresas que foram privatizadas. Segundo a promotoria, o governo russo deixou de receber cerca de US$ 1 bilhão em impostos por causa de esquemas montados por Khodorkovsky.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.