Rússia critica embargo da UE ao petróleo da Síria

A Rússia discorda do embargo ao petróleo da Síria decidida pela União Europeia (UE), disse o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, segundo a agência de notícias Interfax.

REGINA CARDEAL, Agência Estado

03 Setembro 2011 | 11h17

"Nós sempre dissemos que sanções unilaterais não fazem nenhum bem. Elas destroem uma aproximação partilhada em qualquer crise", afirmou Lavrov.

A União Europeia chegou a um acordo formal nesta sexta-feira que expande as sanções contra a Síria, incluindo um embargo às importações de petróleo do país. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Rússia petróleo Síria

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.