Rússia critica EUA e UE por sanção ao Irã

Para Moscou, restrições adicionais são tentativa de se colocar acima da decisão do Conselho de Segurança

Reuters, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2010 | 00h00

MOSCOU

A Rússia criticou ontem duramente os EUA e a União Europeia pela imposição de sanções adicionais ao Irã, além das aprovadas na semana passada pelo Conselho de Segurança da ONU com o apoio de Moscou.

"Para nós, as tentativas de se colocar acima do Conselho de Segurança são inaceitáveis", disse o Ministério das Relações Exteriores russo em comunicado. De acordo com a chancelaria, as sanções adicionais minam os esforços para resolver o impasse com relação ao programa nuclear iraniano.

Líderes europeus aprovaram ontem mais restrições contra o setor de petróleo e gás do Irã, um dia depois de o Tesouro americano impor sanções contra determinados bancos e empresas iranianos, e a membros da Guarda Revolucionária.

Moscou deu a entender que seu apoio aos esforços do Ocidente tem limites, depois de ser alvo dos protestos de Teerã por apoiar as sanções e desistir da venda de mísseis para o país persa. As declarações da chancelaria russa foram feitas antes da viagem do presidente russo, Dmitri Medvedev, a Washington na próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.