Rússia critica nota do Japão sobre ilhas disputadas

O fato de o Japão condenar um plano do presidente russo, Dmitri Medvedev, de visitar as disputadas Ilhas Curilas, é "inapropriado e inaceitável", afirmou hoje o Ministério das Relações Exteriores da Rússia. "O próprio presidente da Rússia determina o itinerário de suas viagens dentro de seu próprio país", afirmou o porta-voz do ministério Andrei Nesterenko. "Qualquer tipo de conselho de fora a esse respeito é inapropriado e inaceitável".

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2010 | 12h52

Medvedev anunciou ontem que pretende viajar em breve para o extremo oriente da Rússia, quando deverá ir até as ilhas. O líder russo disse que ainda não foi ao arquipélago por causa do tempo ruim.

O ministro das Relações Exteriores do Japão, Seiji Maehara, rapidamente advertiu que a visita presidencial russa às ilhas "danificaria severamente os laços" bilaterais. As Ilhas Curilas ficam ao norte das japonesas Ilhas Hokkaido. A Rússia controla a área desde que ela foi tomada por tropas soviéticas, em 1945, mas Tóquio ainda reivindica o território mais ao sul do arquipélago. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
disputaterritórioRússiaJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.