Rússia critica relatório americano sobre direitos humanos

A Rússia criticou o relatório anual sobre direitos humanos do Departamento de Estado dos EUA nesta sexta-feira, 9, dizendo que a avaliação sobre os russos foi direcionada segundo os interesses americanos.Uma declaração veiculada pelo Ministério de Relações Exteriores da Rússia acusa Washington de estereotipar problemas e sugere que os Estados Unidos tenta ensinar um valor moral ao mundo que não pratica, violando os direitos humanos de cidadãos de diversas nações. "O relatório não é objetivo, politizado e muitas confrontações", disse a Rússia em declaração. "A percepção sobre os russos é tendenciosa e possui informações desatualizadas sobre a real situação do país."A declaração não citou nenhuma parte específica do relatório americano, que foi divulgado na semana passada.O relatório americano diz que os direitos humanos na Rússia foram deteriorados desde que o governo do presidente russo, Vladimir Putin, centralizou o poder, restringindo o livre discurso e matando civis na Chechênia.A Rússia critica este relatório todos os anos, dizendo que ele é estruturado apenas com base nos interesses americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.