Rússia desconhece pedido de asilo político de Snowden

A Rússia estava aguardando neste sábado, 13, um pedido de asilo político do ex-agente da CIA Edward Snowden, mas, segundo autoridades, isso não aconteceu. O fato poderia elevar as tensões com Washington, depois que Snowden denunciou programas secretos de espionagem dos Estados Unidos.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2013 | 20h13

O ex-agente convocou ativistas na sexta-feira, 12, para irem à zona de trânsito no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, ele foi deixado sem um passaporte válido, após chegar de um voo de Hong Kong. Neste sábado, Snowden disse que iria pedir asilo à Rússia, mas as autoridades de Moscou afirmaram que não tinham conhecimento de nenhuma solicitação do ex-agente.

O ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, se distanciou da polêmica, insistindo que o governo não entrou em contato Snowden. "As leis russas especificam um procedimento para a obtenção de asilo político, e o primeiro passo é ir ao Serviço Federal de Migração", afirmou. "No momento, nós não sabemos nada" sobre um pedido de asilo, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, à agência de notícias Interfax.

Os Estados Unidos disseram a Moscou que Snowden deve ser extraditado de volta para casa para enfrentar a justiça sobre o vazamento de detalhes de programas de vigilância do país, mas o presidente Vladimir Putin rejeitou o pedido. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.