Rússia deverá retaliar se Ocidente impuser mais sanções

A Rússia deverá estudar formas de retaliação se o Ocidente impuser sanções a setores específicos de sua economia, afirmou hoje o vice-ministro de Finanças do país, Sergei Storchak.

Agência Estado

08 de julho de 2014 | 11h01

Em sua página no Facebook, Storchak comentou que as sanções já em vigor tiveram um impacto forte, mas indireto, na economia russa. Ele disse ainda que o efeito das punições foi ampliado pelo fato de elas terem coincidido com a desaceleração da Rússia.

Em resposta à decisão da Rússia de anexar a região ucraniana da Crimeia, a União Europeia, os EUA e outros países desenvolvidos impuseram sanções a Moscou. Por enquanto, as punições miram apenas autoridades e empresários russos, além de alguns bancos.

Segundo Storchak, a Rússia está a caminho de mostrar crescimento próximo de zero, que contrasta com quase uma década de expansão anual de 7% antes da crise global de 2008 e 2009. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiasançõesretaliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.