Russian Defence Ministry Press Service/AP
Russian Defence Ministry Press Service/AP

Rússia disparou mísseis de cruzeiro contra o EI em Palmyra

Último ataque russo com mísseis contra o EI havia acontecido em novembro do porta-aviões Almirante Kuznetsov, o único da frota de Moscou, que realizou uma missão de várias semanas no Mediterrâneo

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 15h32

MOSCOU - A Rússia disparou de um submarino e uma fragata posicionada no Mar Mediterrâneo vários mísseis de cruzeiro do tipo Kalibr contra alvos do grupo extremista Estado Islâmico (EI) perto de Palmyra, na Síria, anunciou nesta quarta-feira, 31, o Exército russo.

"A Rússia realizou quatro disparos de mísseis Kalibr contra o grupo terrorista EI na região de Palmyra. Os alvos eram refúgios que abrigavam material pesado e combatentes procedentes de Raqqa", afirma um comunicado.

"Todos os alvos foram atingidos", completa a nota oficial, antes de indicar que os governos dos Estados Unidos, Turquia e Israel foram informados com antecedência sobre os disparos realizados pela fragata Almirante Essen e o submarino Krasnodar.

O último ataque russo com mísseis contra o EI havia acontecido em novembro do porta-aviões Almirante Kuznetsov, o único da frota de Moscou, que realizou uma missão de várias semanas no Mediterrâneo.

Na terça-feira, a Rússia anunciou que a fragata Almirante Essen participaria em manobras no Mediterrâneo que incluíam ataques com mísseis na Síria.

A Rússia iniciou em setembro de 2015 uma grande campanha de ataques aéreos na Síria para apoiar o presidente Bashar Assad.

Em dezembro, as forças leais ao governo e os rebeldes anunciaram uma trégua que não se aplica ao Estado Islâmico (EI). / AFP 

 

Mais conteúdo sobre:
SíriaRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.