Khalil Ashawi/Reuters
Khalil Ashawi/Reuters

Rússia diz que grupo preso por planejar ataque terrorista foi treinado pelo EI

Segundo serviços de Segurança russos, os militantes planejavam um atentado contra o transporte de Moscou

O Estado de S. Paulo

12 Outubro 2015 | 15h53

MOSCOU - Os serviços de segurança russos informaram nesta segunda-feira, 12, que alguns membros de um suposto grupo de militantes, detidos por planejar um ataque terrorista em Moscou, foram treinados pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI) na Síria.

O Comitê Nacional antiterrorista russo anunciou no domingo a detenção de um grupo de pessoas depois que os serviços de segurança russos localizaram "um endereço em Moscou", onde viviam periodicamente entre seis e 11 pessoas.

Algumas dessas pessoas passaram por campos de treinamento do EI na Síria, indicaram os serviços secretos russos (FBS) citados pela agência oficial RIA Novosti. Todos os suspeitos presos, que se preparavam para cometer um atentado nos transportes de Moscou, são cidadãos russos, acrescenta a mesma fonte.

As pessoas "chegaram à Rússia muito antes do início dos bombardeios russos na Síria", afirma o FSB, rejeitando, assim, a hipótese de uma vingança do EI. A Rússia, fiel aliada do regime de Damasco, realiza desde 30 de setembro bombardeios contra o grupo jihadista.

Moscou afirma que seus aviões têm como alvos apenas o EI e terroristas, mas Ancara e seus aliados ocidentais acusam o Exército russo de centrar os ataques contra as forças moderadas sírias. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.