Rússia diz que não existe coalizão internacional contra o Iraque

O chanceler russo, Igor Ivanov, afirmou que não há nenhuma "coalizão internacional" contra o Iraque, mas apenas uma força anglo-americana mais ou menos apoiado por outros países. Falando perante a Câmara baixa russa, Ivanov disse que Washington fala de algo que na realidade "não é uma coalizão e sim, apenas uma criação amorfa que os EUA e a Grã-Bretanha chamam de coalizão para mostrar que não estão sós". Segundo o chanceler russo, as forças anti-Iraque só estão representadas "por dois países, EUA e Grã-Bretanha, mais dois aliados como Espanha e Austrália que simplesmente dão um apoio". Quanto aos demais países mencionados pela Casa Branca, "ou se limitaram ao silêncio ou, de qualquer maneira indireta, deram a entender que não têm objeções contra a ação militar". Mas, disse, "uma coalizão é outra coisa: é uma união de países para alcançar juntos objetivos comuns". "Os EUA e a Grã-Bretanha estão jogando com a teoria de uma ampla coalizão antiiraquiana para convencer os outros da correção de suas ações". concluiu Ivanov.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.