Rússia diz que reconhecerá eleições na Ucrânia

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta segunda-feira que o país irá aceitar os resultados das eleições parlamentares da Ucrânia realizadas no domingo. A declaração foi feita em entrevista à TV local LifeNews.

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 13h34

"Resultados preliminares indicam que os ucranianos votaram", disse, acrescentando que em sua opinião a eleição foi marcada por numerosas irregularidades, mas que "a votação ocorreu".

A Ucrânia realizou a sua primeira eleição parlamentar desde que uma revolta popular derrubou o presidente Viktor Yanukovich, favorável à Rússia, em fevereiro deste ano. Apesar da contagem de votos ainda não ter encerrado em Kiev, resultados preliminares baseados em mais da metade dos votos mostram que os partidos pró-Ocidente devem vencer o pleito.

"Eu tenho certeza de que teremos alguém com quem conversar no novo Parlamento e no governo", disse Lavrov. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaUcrâniaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.