Rússia diz que tropas estão se retirando da fronteira

Aviões militares russos e vários trens que transportam armas deixaram regiões próximas à Ucrânia como parte de uma retirada maciça de tropas, informou o Ministério da Defesa da Rússia nesta quinta-feira.

AE, Agência Estado

22 Maio 2014 | 12h22

O ministério disse que quatro trens carregados de armas e 15 aviões de transporte de tropas deixara, as regiões de Belgorod, Bryansk e Rostov na quarta-feira. O órgão acrescentou que as tropas vão chegar às suas bases permanentes antes de 1º de junho.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) estima que a Rússia teria 40 mil soldados ao longo da fronteira com a Ucrânia e repetiu anteontem que ainda não tinha visto qualquer sinal de retirada dessas tropas.

Ontem, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, criticou o ceticismo da Otan, dizendo que levaria tempo para notar a retirada uma vez que envolvia um grande número de tropas e que aqueles que não estão vendo isso "devem olhar melhor" as imagens de satélite.

Putin também reiterou que a retirada das tropas são uma medida para garantir que as eleições presidenciais de domingo ocorram sem maiores tensões. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Rússia Ucrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.