Rússia diz que Ucrânia enviou soldados para fronteira

A Ucrânia enviou 15 mil soldados para a fronteira com a Rússia antes do referendo de ativistas sobre secessão de novas regiões, disse o vice-ministro da Defesa russo, Anatoly Antonov, à Interfax nesta quinta-feira. Separatistas no leste da Ucrânia confirmaram que a votação vai acontecer no domingo, conforme planejado.

AE, Agência Estado

08 Maio 2014 | 12h22

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que Moscou retirou suas tropas da fronteira para evitar confrontos.

Na quinta-feira, Putin elogiou o Ministério da Defesa russo por exercícios militares bem-sucedidos que foram realizados por meses nas regiões próximas à Ucrânia. O líder afirmou que as operações mostraram um alto nível de prontidão das tropas russas e boa execução dos exercícios pelos militares.

A Rússia lançou com sucesso mísseis balísticos no Oceano Pacífico e no Ártico durante seus exercícios no Casaquistão na quinta-feira, afirmou também o Ministério da Defesa russo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
rússia Ucrânia crise

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.