Rússia diz que uso da força ameaça diálogo sobre crise

A Rússia alertou ontem os Estados Unidos que qualquer ação armada por parte das autoridades ucranianas no leste do país frustraria os esforços por uma solução diplomática para o conflito e colocaria em risco as negociações de paz. O Ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov, fez o alerta por telefonema ao secretário de Estado americano, John Kerry, que mostrou preocupação com o fato da Rússia estar "incitando" conflitos no leste da Ucrânia, como informou o Ministério das Relações Exteriores russo, em comunicado.

O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2014 | 02h05

Lavrov afirmou que qualquer uso de força contra os separatistas russos irá "minar o potencial de cooperação...ncluindo as negociações pela paz entre as quatro partes em Genebra", na quinta-feira, entre Rússia, Ucrânia, EUA e União Europeia.

A Casa Branca, por sua vez, alertou Moscou contra novas ações armadas na Ucrânia, afirmando que a situação lembra o que ocorreu na Crimeia, anexada mês passado à Rússia. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.