Rússia diz sentir 'otimismo cauteloso' em relação a Washington

Ministro disse que a confiança mútua foi destruída por um longo tempo e irá demorar para ser reconstruída

AE-AP,

11 de abril de 2009 | 15h15

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que as relações com os Estados Unidos estão no caminho positivo nesta administração de Barack Obama, mas alertou que Moscou não fará trocas para aumentar sua pressão sobre o programa nuclear do Irã. Segundo ele, Moscou está sentindo um "otimismo cauteloso" em relação a Washington, mas está satisfeito com o desenvolvimento da relação com a nova administração norte-americana. Ele disse que a confiança mútua foi destruída por um longo tempo e irá demorar para ser reconstruída.

As relações entre a Rússia e os Estados Unidos caíram para seu menor nível desde a Guerra Fria na administração de George W. Bush com protestos de Moscou em relação aos planos de defesa com mísseis norte-americanos e outras disputas. Na semana passada, o presidente norte-americano, Barack Obama, e o presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, se encontraram em Londres e iniciaram imediatamente negociações para um novo acordo, que reduza ainda mais as armas nucleares.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.