Rússia e China vão assinar "Tratado de Boa Vizinhança"

A visita do presidente chinês Jiang Zemin a Moscou, de 15 a 18 de julho, está sendo considerada história pela diplomacia dos dois países. Segundo o embaixador russo na China, Igor Rogatchiov, Vladimir Putin e Zemin assinarão a Declaração Política e um novo Tratado Interestatal de Boa Vizinhança, Amizade e Cooperação. Os dois países estão há duas décadas sem acordos nestas questões. O novo tratado terá duração de 20 anos, podendo ser prorrogado em comum acordo entre Rússia e China. Segundo o embaixador russo, o tratado definirá os princípios da parceria em temas como estratégias de segurança, cooperação comercial, humanitária, entre outros. Para o embaixador russo, a assinatura do acordo marca o início de uma nova Era na relação entre os dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.