Alexander Nemanov/AFP
Alexander Nemanov/AFP

Rússia e EUA trocam acusações na ONU

Comentários foram feitos em uma reunião do Conselho de Segurança nesta segunda-feira para avaliar o funcionamento da ONU, que se aproxima do seu 70º aniversário

O Estado de S. Paulo

23 de fevereiro de 2015 | 19h05

NOVA YORK - O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, implicitamente acusou os Estados Unidos de violar os princípios da Organização das Nações Unidas (ONU) ao bombardear a Síria, ocupar o Iraque sob falsos pretextos e manipular o Conselho de Segurança para destruir e criar caos na Líbia. Segundo Lavrov, os atos foram o resultado "de tentativas de dominação dos assuntos globais" e uso militar da força de forma unilateral, para atender "aos próprios interesses".

A embaixadora dos EUA, Samantha Power, por sua vez, criticou veladamente a Rússia por bloquear ações do Conselho de Segurança contra a Síria e acusou Moscou de treinamento, armamento e combate ao lado de separatistas que tomaram o território ucraniano.

Os comentários foram feitos em uma reunião do Conselho de Segurança nesta segunda-feira, 23, para avaliar o funcionamento da ONU, que se aproxima do seu 70º aniversário. O encontro foi organizado pela China e presidido pelo seu ministro das Relações Exteriores,  Wang Yi. / ASSOCIATED PRESS

Tudo o que sabemos sobre:
EUARússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.